18/11/2014

O DRAMA DO PLANALTO E DA ALVORADA.

O DRAMA DO PLANALTO E DO ALVORADA - A POLÍCIA FEDERAL ESTÁ PERTO. O problema maior da Petrobrás não é a corrupção, é a forma como ela se dá o que antes era edêmico tornou-se sistêmico, negócio de Estado, comandado de dentro dos gabinetes palaciano. Começou lá atrás em 2005 com a ida de José Sérgio Gabrielli a presidência da estatal. Tudo muito organizado, tesoureiro do partido do PT era o responsável da arrecadação dos porcentuais (3%) das diretorias devidamente escolhidas e nomeadas para o devido fim; roubar. Bilhões foram roubados. A presidente da república e seu ministro da justiça nada sabem das ações investigativas da PF. Tentam, os idiotas úteis e até mesmo em pronunciamento da presidência, colar a iniciativa das investigações a determinação da presidente, mas não cola esta bravata. Mas acreditem, os idiotas úteis acreditam que sim, é dela a decisão. Fazer o que? Como diz o cantor Lobão; "discutir com petista é o mesmo que jogar xadrez com pombo ..." Mas o certo é que eles estão assustados, roubaram e tem que acertar contas com a justiça cedo ou tarde. Agora os fanáticos da seita petista vivem postando notícias da investigação da Petrobrás como se fossem eles os aráutos da honestidade. Depois de doze (12) anos estão vendo que a máxima "crime não compensa" é verdadeira. O assalto que eles fizeram tem uma coordenação extremamente profissional comandada de dentro do PT sob os auspícios da presidência. Não devemos desacreditar na justiça, mas acreditar que ela seja isenta tá muito difícil, temos um STF medíocre partidarista no qual suas escolhas e nomeações se dá pelo mesmo critério que abona as nomeações dos diretores e presidentes das estatais. - tudo pelo partido - Por enquanto os seguidores da seita petista vão seguindo colar a imagem do seu líder maior a instituição ONU, pura megalomania, isto já aconteceu antes quando vibraram com o busto do idiota colocado nos jardins da instituição, provisoriamente e escolhido aleatóriamente como homenagem da semana aos países sul-americano. Não deu certo, não é que desta vez também vai dar. O lula é e sempre foi um homem desprovido de boas intenções, sempre foi um mau caráter que foi escolhido por uma elite midiática que tinha interesses puramente econômico, e ele, a bem da verdade aproveitou esta oportunidade para aperfeiçoar os seus malfeitos durante todos estes anos, enquanto seu partido criava sua imagem de homem público que ama os pobres. Um dia a justiça o alcança. Alberto. ___________________________

14/11/2014

NEM ESQUERDA MARXISTA, NEM DIREITA VOLVER.

NEM ESQUERDA MARXISTA, NEM DIREITA VOLVER Os mesmos atores que de forma injusta sofreram os horrores do Doi Code, são os mesmos que hoje querem fazer novo levante no Brasil. Não aprenderam, não evoluíram, ficaram presos como passarinhos nas teias de aranhas. Sofreram horrores o que significa um regime totalitário de hegemonia. Tiveram um sonho - mesmo que errado - mas era um sonho, acordaram sabendo que na realidade o sonho era pesadelo. Tempos passaram, e não é que estes mesmos jovens que hoje são sessentões querem voltar a ter pesadelos? Ou melhor; querem imputar à outros o que eles viveram. Não existe ideologia marxista agora neste novo sonho, embora ainda de forma retrógrada os use como massa de manobra para convencer esta nova juventude cada vez mais interessada nas benesses do capitalismo moderno que de Ifone na mão, não os ouve. O que eles querem? A quem convencer? Descobriram uma janela nas falhas do capitalismo democrático e enxergaram uma classe formada de excluídos ou descamisados prontos para atender seus chamados desde que lhes paguem e prometam o Céu e a Terra num futuro onde os ricos (sic...) Terão que dividir seu patrimônio com eles. Mas que também no presente lhes abasteçam com os insumos básicos. Estes retrógrados querem o poder de qualquer forma, mesmo que para isso tenha que roubar, matar, mentir e criar um regime de excessão como acontece na Venezuela, Cuba, Coréia do Norte e outros países. Os idealizadores macabros deste novo pesadelo desejam mesmo é ser ditadores com uma nova velha roupagem nos moldes cubanos. Mesmo que para isso acontecer, leve o país ao caos econômico. Os idiotas de hoje sao os mesmos inocentes do passado. Só que agora eles estão no poder - com mandato - e querem a todo custo mudar a constituição para encurtar seu sonho antes que se torne como no passado, um pesadelo, novamente. Os catequizados de hoje não ler a cartilha de Mao Zedong (tsé tung) "marcha da fome" e nem "O capital" de Marks e Engels. Eles querem serem pagos em cash. É um exército de homens e mulheres sem educação formal, sem amor ao solo pátrio, sem sequer prever o futuro que estão traçando ao escolher o caminho do embate. Como em Cuba, Venezuela e Coréia do Norte, os que desistirem serão taxados de "inimigos do regime" e o que lhes esperam não são campos verdes cobertos de grãos, mas sim as masmorra de um regime absolutista. Este sonho ou pesadelo, começou novamente a 12 anos atrás quando, usando o caminho democrático elegemos um idiota, alcóolista, mentiroso, promíscuo como presidente pelo sufrágio das urnas. Se a oposição congressista fosse imbuída de patriotismo e boas intenções com o povo, teria enfrentado o governo na época e aberto um impeachment. Mas não, fez uso da máxima socialista francesa: "Antes um idiota no comando, teremos aumento nos vales". Tempos difíceis se avizinham, o Brasil deixou de ser um país de futuro para um país do futuro. Se tudo ser certo, e os retrógrados ocuparem novamente os porões, teremos paz no campo, nossas empresas não serão saqueadas, nossa constituição cambaleante não será vilipendiada por um STF que deixou de ser o guardião da Lei. Nossas esperanças estão num congresso de pouca representatividade. A maioria dos parlamentares tido e processados como ladrões e outros os serão processados. Resta uma minoria a qual nos apoiamos e esperamos que eles convençam os outros do que é bom para o Brasil e para o povo. Alberto _______________________________________________________