31/10/2018

A ELEIÇÃO E A MARGINALIDADE.

A ELEIÇÃO E A MARGINALIDADE.
(PS: DIGITO EM CAIXA ALTA NÃO POR CAUSA DOS CEGOS, MAS POR MINHA INDIGNAÇÃO.)
ELEIÇÃO TERMINOU DOMINGO DIA 28. POR SORTE DO BRASIL, CONSEGUIMOS TIRAR UMA QUADRILHA. O ELEITO PROMETE FAZER UM GOVERNO OBEDECENDO A CONSTITUIÇÃO, ATÉ SUA POSSE TEMOS LONGOS 60 DIAS DE TRANSIÇÃO DURANTE OS QUAIS TOMARÁ CIÊNCIA DOS NÚMEROS DA ADMINISTRAÇÃO QUE DEIXA. ATÉ LÁ - 1° DE JANEIRO DE 2019 - TEMOS QUE AGUARDAR A POSSE COM RESPEITO AO RESULTADO APURADO.
MAS PARECE QUE ESTE NÃO É O OBJETIVO DE UM PARTIDO QUE SEQUER PONTUOU NAS INTENÇÕES DE VOTO. MAL TERMINA APURAÇÃO, O PSOL ATRAVÉS DO SEU MELIANTE MÓ MANIFESTA TUMULTUAR NAS RUAS DO PAÍS ATRAVÉS DE DECLARAÇÕES CONVOCANDO OS DESOCUPADOS INSATISFEITOS ( SEMPRE SÃO, CASO O RESULTADO NÃO SEJA A SEU FAVOR) OCUPAR AS RUAS E OS IMÓVEIS.
CABE A DELEGACIA MAIS PRÓXIMA TOMAR MEDIDAS MAIS ENÉRGICAS PARA EVITAR BALBÚRDIA, POR OUTRO LADO, INTIMAR ESTE MELIANTE CONTUMAZ COMO RESPONSÁVEL DO MOVIMENTO QUE SE AVIZINHA.
ASSIM COMO A FIGURA DO PRESIDIÁRIO DE CURITIBA, ESTE MELIANTE ESTÁ SENDO GERADO NA GRANDE IMPRENSA INSATISFEITA COM OS POSSÍVEIS CORTES GENEROSOS DE DINHEIRO PÚBLICO QUE SEMPRE RECEBERAM. PODEMOS VER DESDE OS DEBATES ONDE QUEM TINHA MAIS INTENÇÃO DE VOTOS NÃO COMPARECIA, ENQUANTO ELE QUE NÃO PONTUAVA, ESTAVA EM TODOS OS DEBATES JUNTO COM A "GOSMA DO ACRE" AFIM DE, EM APOIO AO CANDIDATO DO PT, PREJUDICAR OS OUTROS COM PERGUNTAS CAPCIÓSAS E MENTIROSAS.
AO MINISTRO RAUL JUNGMANN NÃO CABE A OMISSÃO FRENTE, - REPITO - À AÇÃO DESTE MELIANTE. NÃO SEI SE VAI AGIR, SEMPRE FOI CONIVENTE COM TUDO DE ERRADO NO GOVERNO DO QUAL ESTÁ MINISTRO. AS MANIFESTAÇÕES SÃO NORMAIS NUM REGIME DEMOCRÁTICO, MAS DENTRO DE UMA NORMALIDADE RESPEITANDO OS LIMITES CONSTITUCIONAIS DE SE MANIFESTAR.
SABEMOS QUE ESTA ORDA DE MARGINAIS NÃO RESPEITAM E NEM TEM LIMITES PARA BAGUNÇAS E INVASÕES. O PRESIDENTE ELEITO NÃO DEVE SE MANIFESTAR PORQUE NÃO TOMOU POSSE E NEM QUEREMOS INICIAR UMA TROCA DE INSULTOS COM ESTE MARGINAL DA POLITICALHA BAIXA DO PSOL, QUE NADA MAIS É QUE UM ESCUDO DO PT.
PORTANTO, ESPERO QUE O ATUAL GOVERNO DEMOCRÁTICO QUE ASSUMIU QUANDO O ANTERIOR SAIU ATRAVÉS DE UM IMPEACHMENT, TOME SUAS MEDIDAS DENTRO DO QUE A LEI LHE PERMITE. CASO USE A FORÇA, TERÁ RESPALDO PERANTE A SOCIEDADE QUE ELEGEU O JAIR BOLSONARO COMO FUTURO PRESIDENTE, OU SEJA: 55% DA POPULAÇÃO VOTANTE.
Alberto Ribeiro Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário