21/05/2014

Marilena Chauí A marca da maldade e o ódio irracional. - Um ser repugnante - Este "SER" repugnante é o resultado do cruzamento de Hipopótamo com Hiena, ela não foi parida, foi cagada. Parece um andrógino mas não é, parece estéril, mas já pariu, e pariu por traz. Ao nascer brigou com o mundo. Arquétipo da maldade, ela consegue colocar na cesta dos seus ressentimentos, todos os fragmentos espalhados por séculos, das mentes mais doentias dos tiranos. A democracia não é definitivamente apreciada por ela como um ideal modelo político. Todo récem nascido mama nas tetas da mãe, ela não; bebia leite em pó que a SUNAB comprava para abastecer às escolas públicas. Cresceu e acostumou a viver e a estudar às custas de verbas públicas. Se levantar a saia dela, na frente,você vai encontrar o bigode de Stalin nos pelos pubianos. E atrás verá o calvanhaque de Lenin, abaixo do que parece ser a boca do Charada. É um monstro de feiúra e ódio a humanidade. Quasímodo,o corcunda de Notre dame, símbolo de deformação física amava uma bela. Ela, Marilena Chauí não! Cultiva o ódio e insufla às clases sociais, Esta é marilena chauí, protótipo de Hommus Sapiens e arquiteta da maldade

Nenhum comentário:

Postar um comentário