17/09/2010

Cadeia ou Aeroporto?

O que está acontecendo hoje no Brasil, é inimaginável em qualquer nação que se dar o respeito, manter nos seus quadros legislativos e executivos, homens do calibre que nós temos no Brasil. São ministros piratas, guerrilheiros no passado e ladrões dos cofres públicos hoje.

Presidente neófito que fecha os olhos para a corrupção dos seus familiares e a bandidagem dos servidores mais próximos (tudo acontece na ante-sala dele e ele não sabe de nada). Temos ministra que era assaltante no passado e hoje foi citada por um empresário como cobradora de “taxa de sucesso” e é candidata preferida do "chefe" da nação. Temos deputados assaltantes, temos deputados condenados ladrões, temos senadores preguiçosos (menos ruim). Temos ex-ministros que não foram presos e sim beneficiados por leis criadas para este fim. temos um STF conivente com a bandalheira dos habeas-corphus que encontram nas leis criadas muitas vezes pelos mesmos juízes de agora. Temos ex- ministros que advogam os investigados da vez, como se fossem uma alternâcia de poder vinculado ao crime organizado dos politícos e executivos deste poder. Temos uma quantidade de servidores contratados com um único objetivo de engordar o caixa do partido do governo. Todos com nenhuma capacidade de exercer a função a ele destinada e nem precisa.

A única parte que não encontramos escândalo financeiro, eles querem culpar por algo que aconteceu no passado. São verdadeiros santos do pau-ôco, nada fizeram e foram torturados, que peninha... As forças armadas exerceram um papel fundamental constitucional na defesa dos interesses do povo brasileiro. Evitando-nos desta corja que hoje está no poder roubando e, diga-se de passagem: -Com muita sede - de ter nos submetido a um regime de poder altamente concentrador nos moldes do que foi a Rússia de Stalin. Não se admite hoje em nenhum país, um regime totalitário da forma que eles queriam para nós. Temos exemplos da Venezuela onde os direitos dos cidadãos são constantemente usurpados. E eles, os atuais "chefes" brasileiros estão em constante visita e aproximação. As forças armadas tem total apoio de nós cidadãos brasileiros de interferir prendendo estes falsos democratas corruptos. São na sua maioria apenas o ladrão da vez. Querem destruir as ferramentas de controle e fiscalização que foram criadas no governo anterior para assim poderem agir sem serem perseguidos.

Um país onde um plantador de arroz é preso por plantar em terra pública e um índio infanticida é considerado cidadão e dono da terra, um país onde se desapropria áreas sem indenizar seus ocupantes criando uma reserva e depois mandando prender o rebanho deste cidadão, um país onde se nomeia um ministro sem nenhum critério de capacidade, sem nenhum conhecimento do Brasil, apenas por ideologia. Tira ele das praias cariocas, cede uma sala com inúmeras secretárias e cartão corporativo e diz: - Pronto, atendi seu partido, agora quero apoio politíco - Não interessa ao "chefe" o desempenho da pasta, apenas quer ação de impacto na mídia a seu favor. Um país onde temos trinta e não sei quantos ministérios sem nota boa de avaliação. Troca-se o ministro da saúde, que vai para a pasta de economia, o da economia vai para a pasta do social, o do esporte vai para o da pesca, o da pesca vai para minas e energia, o do desenvolvimento vai para o da cultura e assim por diante as coisas vão acontecendo. O Brasil que dar certo é o que planta, é o que cria, é o que produz bens de consumo. No campo Luta-se com todas as dificuldades para gerar riqueza. Em Brasília Faze-se toda dificuldade para vender facilidade. Do que mais nos orgulhamos ainda no Brasil é das nossas forças armadas. Do que mais nos envergonhamos ainda no Brasil são os nossos representantes no poder. Dirceu era ministro da casa civil e seu secretário (usando uma linguagem mais apropriada, podemos dizer: Seu braço direito), cobrava propina em nome do chefe. Sua substituta, Dilma Rouseff foi denuciada agora em cadeia nacional (TV Globo) por um certo empresário da área de projetos aeólicos de mandar cobrar propina em nome de arrecadação de campanha. Outra vez, sua substituta, Erenice Guerra foi pega na mesma situação, tendo seus filhos, secretário e um diretor dos Correios como possível arrecadadores de recursos ou extorsão. Onde se chegava a uma quantia absurda de dinheiro R$ 450.000.000,00.

Será que os magistrados, a OAB, a população não sabe que o presidente está envolvido? No mínimo o presidente é um despreparado indolente que nada sabe o que faz seus subordinados de confiança na ante-sala do gabinete presidencial. Merece ser cassado ou mesmo pedir a demissão. O povo, seus eleitores, esta massa de necessitados ignorantes, continuarão assim por muito mais tempo, para que possa ficar sem condições de fazer uma análise mais profunda do que seja ética, moral, hipocrisia, cinismo.

Do passado recente nada nos envergonha, contudo, do presente, só temos a esperança de que um dia, estes que estão aí querendo mudar o curso da história saiam do nosso país, mesmo que levem consigo as riquezas conseguidas de forma não justas. Levem seus passaportes e suas cidadanias conseguidas ainda no poder. O Brasil é superlativo, acredito eu, que os trombadinhas não terão mais oportunidades num futuro próximo. Mesmo que juízes, OAB, não tomem medidas disciplinadoras de ordem judicial.

Alberto Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário